Ciclo Santiago 2022

Resultado das empresas selecionadas dia 07/02

Serão selecionadas até 40 startups para participar da primeira etapa do Ciclo Santiago 2022, que será dividido em três missões:

1. Missão Virtual: até 40 startups serão capacitadas, de forma totalmente online, por meio de treinamento de pitch, mentoria coletiva, webinars com players do mercado, mentorias técnicas, e conectadas com o mercado, por meio do apoio de matchmaker para realização de agendas de negócios e da apresentação de pitch para feedback de um público qualificado.

2. Missão de Imersão: dentre as 40 empresas, as 15 mais bem classificadas passarão para a segunda etapa, que tem atividades online e presenciais, como mentorias individuais de negócios, consultoria para internacionalização e missão internacional, com apoio de consultoria de matchmaker para a realização de reuniões de negócios presenciais.

*A missão presencial somente será realizada se houver condições sanitárias propícias que permitam o deslocamento internacional dos empreendedores e da equipe do programa.

3. Missão Follow-Up: As cinco startups que primeiro se habilitarem, apresentando projeto de retorno ao mercado com agenda própria, receberão apoio do programa com serviço de matchmaking para a realização de mais agendas de negócios em Santiago.

Cronograma

As inscrições para esse Ciclo estão abertas de 22 de novembro de 2021 a 12 de janeiro de 2022. A lista com as startups selecionadas para participar da primeira missão será divulgada em 07 de fevereiro de 2022.

Inscrição e seleção

1

Missão Virtual (até 40 startups)

2

Missão de Imersão (até 15 startups)

3

Missão Follow-up (até 5 startups)

4

Público-alvo

Empreendedores brasileiros de negócios tecnológicos, que desejam realizar uma imersão no ecossistema de empreendedorismo chileno e expandir seus negócios para o Chile.

O programa selecionará startups brasileiras já estabelecidas, que estejam faturando (preferencialmente acima dos R$ 500 mil) ou que tenham recebido algum tipo de investimento.

É necessário também que as empresas tenham 100% da equipe dedicada ao negócio e que demonstrem capacidade de se expandir internacionalmente sem comprometer suas operações no país.