Berlim 2018-06-18T14:26:55+00:00

Project Description

Berlim

Uma semana de imersão e prospecção de negócios no país da Indústria 4.0, com participação na CUBE Tech Fair!

De 13 a 18 de maio

Inscrições encerradas!

STARTUPS SELECIONADAS (em ordem de classificação):

Kryptus – Shaping Trusted Bonds (Nota final: 4,46)

PluriCell Biotech (Nota final: 4,38)

Pipefy (Nota final: 4,22)

SHELFPIX (Nota final: 4,15)

TNS Solution (Nota final: 4,06)

Rocket .Chat (Nota final: 3,96)

VM9 (Nota final: 3,88)

Reciclapac (Nota final: 3,81)

Mercado Bitcoin (Nota final: 3,71)

10° Órbita Tecnologia (Nota final: 3,69)

11° Birmind (Nota final: 3,6)

12° AWA – AnnuitWalk Accessibilities (Nota final: 3,59)

13° Flying to the sun (Nota final: 3,55)

14° Macofren (Nota final: 3,41)

15° Intelup (Nota final: 3,24)

 
CRONOGRAMA

Inscrições: 22/01 a 20/02

Processo de seleção: 21/02 a 15/03

Resultado final: 16/03

Capacitação e mentoria: 26/03 a 11/05

Workshop presencial: 14 de abril, São Paulo

Imersão em Berlim: 13/05 a 18/05

 

CAPACITAÇÃO E MENTORIA

As startups aprovadas e selecionadas para o Ciclo Berlim passarão por um processo de preparação para a missão que terá duração de um a dois meses e que incluirá as seguintes atividades:

  • Webinar de boas-vindas com a equipe de realizadores do programa e especialistas convidados;
  • Sessões de consultoria com especialistas em expansão internacional;
  • Interação com mentores com experiência no mercado alemão;
  • Acesso à trilha para internacionalização de startups na Plataforma Passaporte para o Mundo da Apex-Brasil;
  • Sessões de consultoria após o retorno da missão, para suporte e orientação com relação aos próximos passos.

 

MISSÃO

Durante a missão, os empreendedores terão agenda intensa voltada à prospecção de clientes e investidores e à conexão a ambientes de inovação, com acesso a:

  • Seminário de oportunidades com a presença de empreendedores e especialistas de mercado locais;
  • Rodada de serviços com prestadores essenciais para a expansão do seu negócio no mercado alemão;
  • Apoio para a realização de reuniões com potenciais parceiros de negócios;
  • Visitas de imersão ao ecossistema de inovação alemão, como aceleradoras, incubadoras e empresas locais;
  • Treinamento de pitch internacional;
  • Dois ingressos para participação na CUBE Tech Fair.

Durante a CUBE Tech Fair, as startups terão reuniões com potenciais investidores, palestras com especialistas internacionais, divulgação da startup nos meios de comunicação da feira (newsletter, aplicativo, redes sociais) e encontros com startups do mesmo setor, vindas de vários lugares do mundo. O evento, que acontece nos dias 15 e 16 de maio, conecta startups de alta tecnologia a corporações e investidores do país que criou o conceito de Indústria 4.0.

 

PÚBLICO-ALVO

Empreendedores brasileiros de negócios tecnológicos, que desejam realizar uma imersão no ecossistema de empreendedorismo alemão e expandir seus negócios para a Europa.

O programa selecionará startups brasileiras já estabelecidas, que estejam faturando (preferencialmente acima dos R$ 500 mil) ou que tenham recebido algum tipo de investimento.

É importante também que as empresas tenham 100% da equipe dedicada ao negócio, fluência em inglês (a fluência em alemão é desejável, mas não essencial) e que demonstrem capacidade de se expandir internacionalmente sem comprometer suas operações no país.

 

CUSTOS

A participação em todas as atividades da missão (ex.: mentorias, seminários, rodada de serviços, treinamento de pitch internacional, dois ingressos para a CUBE Tech Fair, etc.) é gratuita a todos os participantes.

As despesas com passagens aéreas, seguro viagem, hospedagem, alimentação e deslocamento para os eventos relacionados à missão correm por conta dos participantes. Mas atenção: as cinco empresas mais bem colocadas no processo de seleção terão uma passagem aérea de ida e volta custeada pelo programa. Poderá ser oferecida ajuda de custo adicional de acordo com critérios definidos até a realização da missão.

 

BERLIM

Inclusiva, internacional e diversificada, a capital da mais rica economia europeia batalha para se tornar também o principal ecossistema de startups do continente. Berlim é hoje o segundo melhor ecossistema da Europa, atrás apenas de Londres, segundo o relatório “Startup Ecosystem Report 2017”, do Startup Genome.

E na esteira dos desafios decorrentes do Brexit, Berlim vem chegando cada vez mais perto do título de business hub da Europa. Atualmente, a cidade tem entre 1800 e 2400 startups tecnológicas ativas, sendo, depois do vale do Silício, a cidade com o maior número de startups estrangeiras.

Por esse motivo, Berlim é considerada um dos mais inclusivos e diversificados ecossistemas do mundo, em grande parte devido à capacidade da cidade de atrair fundadores e talentos internacionais, graças ao custo de vida acessível, alto padrão de vida e ao ambiente amigável para imigrantes.

Além disso, Berlim tem mais de 600 investidores instalados, e, em média, 20% do venture capital que circula em todo o país passa por companhias de alta tecnologia da capital.

Se inicialmente o ecossistema berlinense fora impulsionado pela Rocket Internet, uma gigante do varejo online, que no Brasil está por trás de empresas como Dafiti, Mobly e EasyTaxi, hoje possui outros segmentos como força motriz, como fintech, saúde digital, inteligência artificial, mobilidade e segurança cibernética.

Algumas das startups de maior sucesso da cidade são a SoundCloud, serviço de streaming musical, a ResearchGate, mídia social para cientistas, o Wunderlist, aplicativo de lista de tarefas, e a Babbel, plataforma para o aprendizado de língua estrangeira.

O vibrante ecossistema de Berlim oferece ainda, todo ano, mais de 1.200 eventos relacionados a startups, com destaque para a CUBE Tech Fair, que reúne diversas startups do mundo todo e cuja próxima edição ocorrerá de 15 a 16 de maio de 2018, com direito à participação das startups brasileiras selecionadas pelo StartOut Brasil.

 

CONTATO

Em caso de dúvidas, envie um e-mail para contato@startoutbrasil.com.br.