Startups afiam discurso de venda de olho em investidores portugueses

//Startups afiam discurso de venda de olho em investidores portugueses

Startups afiam discurso de venda de olho em investidores portugueses

As 15 empresas brasileiras integrantes do Startout Brasil etapa Lisboa têm intenso dia de treinamento, críticas e melhorias de seus pitches de olho no Demoday que acontecerá na quinta-feira, dia 15.

 

Começou na manhã deste domingo (11), o treinamento de pitches das startups brasileiras que participam do Startout Brasil, etapa Lisboa, em que empresários têm oportunidade de opinar sobre as apresentações de empreendedores brasileiros.

A intenção com esta atividade é afiar o discurso de venda dos produtos e serviços das empresas, com o objetivo de despertar o interesse de investidores locais que assistirão às apresentações das startups brasileiras no Demoday, que acontece na quinta-feira, dia 15.

A agenda oficial do Startout Brasil etapa Lisboa terá início na manhã de segunda-feira (12), com um seminário sobre o ambiente de negócios português e outras informações relevantes para um inicio estruturado no mercado português e europeu.

Participam do Startout Lisboa as seguintes empresas:

MOLEGOLAR, desenvolve plantas arquitetônicas baseadas em módulos que se combinam (aumentam ou diminuem) de acordo com as necessidades dos usuários;

RZ2 Sistemas de Gestão LTDA, desenvolvedora de uma ferramenta de padronização de serviços relacionados ao uso de checklist;

Biosolvit, empresa de biotecnologia aplicada ao desenvolvimento de novos materiais;

Asel Tech Automação e Tecnologia Ltda, startup de engenharia e automação para detecção e localização de vazamentos em dutos de óleo e gás em tempo real;

Sizebay, desenvolvedora de tecnologia para recomendação de tamanhos e análise da vestibilidade de moda, a partir da dedução automática das medidas corporais dos usuários;

Outra Coisa, criadora de uma plataforma que alia aprendizado e diversão por meio de chat e jogo;

Rocket.chat, plataforma de colaboração e comunicação corporativa;

Labsoft Tecnologia Ltda, plataforma para controle da qualidade em processos industriais;

MVisia, linha de câmeras inteligentes para o controle de qualidade em linhas industriais;

Siteware Soluções AS, ajuda companhias a melhorarem seus resultados e baterem suas metas;

Conviso Application Security S.A., especializada em desenvolvimento seguro de software e análises de segurança de aplicações;

Implanta IT Solutions, especializada em integração de canais para extração diária e automatizada de dados de sell out e reposição de estoque;

Verde Ghaia, plataforma para controlar a legislação ambiental, de saúde e segurança, responsabilidade social e de gestão de energia;

Shelfpix, plataforma de inteligência artificial para o monitoramento de produtos em gôndolas de supermercados;

Fastdezine, plataforma que une fornecedores de projetos de design gráfico online e offline, mídia digital e desenvolvimento web com clientes (agências de marketing e empresas).

DICAS DE COMO MELHORAR SEU PITCH

  • Apresentação apaixonada: contribui para sensibilizar o investidor;
  • Cuidado com cifras de mercado: para não desestimular investidores, potencial de mercado precisa ser cuidadosamente abordado, pois mercados pequenos não são tão atrativos ;
  • Falar sobre os integrantes da empresa, quem vai tocar o projeto (em startups, o empreendedor é que conta);
  • Destacar claramente o diferencial em relação à concorrência;
  • Detalhar o diferencial tecnológico;
  • Destacar claramente o que quer do mercado local (mais específico e menos geral);
  • “Entrar na dor” do seu cliente: mostrar porque o serviço/produto é relevante para quem o adquire.
Sobre o StartOut Brasil

O StartOut Brasil é um programa de apoio à inserção de startups brasileiras nos mais promissores ecossistemas de inovação do mundo. Realizado pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), Ministério das Relações Exteriores (MRE), SEBRAE e Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec), o programa já passou por Buenos Aires, Paris, Berlim e Miami e já recebeu 49 startups.

 

 

2018-12-01T11:45:09+00:00