Verde Ghaia inicia processo de internacionalização com o apoio do StartOut Brasil

A história da Verde Ghaia começou quando Deivison Pedroza criou programas de educação ambiental infantil. Esse primeiro projeto acabou transformando-o em Consultor de Meio Ambiente, o que lhe rendeu viagens por todo o país. Nestas visitas, Pedroza percebeu uma necessidade em comum a todos os estados brasileiros: melhorar o processo de monitoramento das legislações federais, estaduais e municipais.

Foi então que surgiu a ideia de criar a soGi, primeira plataforma de monitoramento de requisitos legais online do Brasil. Em pouco tempo, portas nacionais e internacionais se abriram para o consultor. Assim, surgiu a Verde Ghaia, empresa que fornece as melhores soluções para a gestão de risco e alcance da sustentabilidade de médias e grandes organizações.

“A Verde Ghaia é atualmente a maior empresa no Brasil em serviços de monitoramento de conformidade legal aplicável. Somos especializados em acompanhar leis relacionadas a sustentabilidade nas áreas de meio ambiente, qualidade, segurança e saúde e responsabilidade social. Inclusive, estamos entre as 70 empresas mais sustentáveis do país, de acordo com o Ranking da Revista Exame”, comenta Pedroza.

Hoje, com quase duas décadas de experiência no ramo, mais de 2.300 clientes e 120 colaboradores, o Grupo Verde Ghaia, composto pelas empresas Verde Ghaia, Verde Ghaia Bioenergia, Verde Ghaia Franchising, Verde Ghaia Consultoria Online e pelo Instituto OKSIGENO, percebeu que a internacionalização não podia mais ser adiada.

“Atualmente, meu objetivo é um só: internacionalizar a Verde Ghaia e levar minhas metodologias para países onde minha base de clientes já está consolidada. Contudo, não dá para fazer isso sozinho, sem planejamento. Expandir seus negócios internacionalmente envolve, antes de mais nada, uma boa imersão no local onde você deseja se fixar”, afirma o empreendedor.

Foi com esse intuito que Pedroza se inscreveu para o StartOut Brasil Ciclo Buenos Aires e Ciclo Lisboa. De acordo com ele, parte do processo de projeção internacional da empresa se deu pela sua participação nestas duas missões, visto que, por ter total apoio do governo brasileiro, o programa gera uma boa visibilidade aos empreendedores do Brasil.

O Fundador e Presidente do Grupo Verde Ghaia já havia estado na Argentina tentando gerar negócios, mas não conseguiu muito êxito. Posteriormente, ao ingressar no StartOut obteve um planejamento adequado. “Lembro bem da missão à Argentina. Fomos muito bem preparados antes da missão, recebendo treinamento especializado e sendo realmente instruído para nos apresentar naquele país por excelentes profissionais eleitos pelo programa. Saí de lá um gigante e um especialista em apresentação de pitchs”, relembra ele.

Com negócios consolidados na Argentina, Colômbia, Chile e Portugal, agora Pedroza planeja levar a empresa aos principais países da América Latina e da Europa, focando principalmente em grandes empresas e nas necessidades dos clientes que estão alocados nestes continentes.

De acordo com ele, o StartOut foi o que abriu as portas para a Verde Ghaia e a fez chegar nos parceiros certos. “Em um primeiro momento, as organizações talvez não se deem conta da importância dessas missões. Até porque tudo começa com uma inscrição online, mas é ali que temos a oportunidade de dizer realmente para que viemos e o que queremos. Comigo tudo aconteceu no tempo certo e nos países certos”, finaliza o empreendedor.

Leia também: A importância da mentoria na internacionalização de startups

2019-02-13T14:32:37+00:00